Home - Manuela Berbert
15339
home,paged,page-template,page-template-blog-large-image-whole-post,page-template-blog-large-image-whole-post-php,page,page-id-15339,paged-30,page-paged-30,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-2.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.7.4,vc_responsive


20 set Sumidouros da alma

velhochico014

Bom seria se as mazelas do mundo fossem sugadas por um sumidouro como o que levou deste planeta o brilhante artista Domingos. Mas não são. E quando eu penso mazelas, não penso apenas nos problemas práticos da vida, mas em sentimentos que nos destroem quanto seres humanos. A intolerância é um deles. A falta de respeito, também. As redes sociais deram voz a um povo, e muita gente não está sabendo o que fazer com ela. Bom seria se as piadinhas escritas à artista Camila Pitanga fossem sugadas por um sumidouro, mas não são. Elas ficam aí, impressas nas telas dos computadores e dos celulares de muita gente, e na alma da mesma. E se fosse você? E se fosse a sua mãe, a sua irmã, alguma mulher que você amasse de verdade? Para as feridas da carne, os medicamentos. Para as feridas do nosso consciente, o amor. Só amor salva a gente dos sumidouros internos e externos de um mundo louco e sem valores ao qual estamos sujeitos. E muita gente esquece disso. Ou finge esquecer. Como se fosse salvo da justiça divina, apenas boiando num rio qualquer, sem perceber que no fundo dele há um sumidouro que pode puxar-lhe também. Quanta insanidade, de tantos humanos, achar que vai sair destilando venenos cruéis sobre os outros, e simplesmente colher frutos bons adiante. Não seria muito injusto?! Peço a Deus todos os dias que me livre do olhar e do campo de visão daqueles que não conseguem enxergar além das aparências, das piadas prontas e da ignorância. E do mundo cruel que diminui as dores alheias, como se assim fossem sanar as suas… P.S.: SE COLOCAR NO LUGAR DO OUTRO NÃO CUSTA NADA!!!

 

16 set Sejamos mais felizes

imageAqui, cada dia é um dia. E tudo passa. Os dias ruins também passam. E os dias bons também. A gente só tem que aprender a viver bem respeitando nossos sonhos e vontades. Com responsabilidades, mas para hoje. Tentar tirar os excessos também. Mágoas, ressentimentos, cansaços e tristezas. Todos temos dias péssimos. A gente só não pode fazer disso um hábito. Todos temos fases negras. A gente só não pode fazer dela um hábito. Desapegar do que é bom é mais fácil que desapegar do que é ruim. Se a gente não parar pra observar, passa uma vida toda apegado a alguma desculpa para não ser mais leve e mais feliz. As mortes súbitas nos fazem refletir muito. Não é fácil para quem fica. Mas de alguma forma, Deus colocou aquela história na vida da pessoa para um aprendizado. A grande sacada talvez seja descobrir qual. Ou não… São as buscas que nos movem!!!

wordpress theme powered by jazzsurf.com